segunda-feira, 20 de setembro de 2010

A insônia de todo casal....

Oiiiiiiiiii meninas...hoje estou ainda dodói, mas bem melhor que ontem!!!rsrsrs

Em primeiro lugar; queria agradecer imensamente pelo carinho!

Em segundo lugar; quero muito que continuem participando das coisinhas por aqui!

Mas agora quero falar de um assunto super prejudicial a saúde das noivas, noivos e todos envolvidos no nosso casamento!

A lista de convidados!!!!!!!!!!!!!!!

Enfim, nas minhas andanças pelos blogs da vida achei essa matéria super show de bola no Blog da minha queridona e gatona Juaninha Biscuit, vale a pena dar uma olhadinha lá. Só tem dicas show de bola!

Resolvi dividir com vocês! Essas dicas fizeram eu me sentir melhor em relação ao quesito: Será que estou sendo sem educação???rsrs

Espero que aproveitem da mesma maneira que eu!


A LISTA DE CONVIDADOS

A famosa lista deve ter (pelo menos) quatro grupos distintos:

FAMÍLIA DELE
FAMÍLIA DELA
AMIGOS
TRABALHO, COLEGAS E AFINS


Dentro desses quatro grupos, você tem que enumerar TODAS as pessoas e não apenas as famílias. Por exemplo, sua tia tem dois filhos e cada um deles, já está casado e com sua própria família. Pois bem, não dá pra chamar apenas sua tia e seus dois primos. As mulheres e os filhos têm que ser incluídos _ mesmo que você ache as crianças detestáveis e que você tenha certeza que uma delas vai levar o sapo de estimação pra recepção.
Pra não esquecer ninguém, comece enumerando assim:

Casa 01
Tia Maria, Tio João
Pedro, Carla, Marquinhos e Vinícius
Felipe, Mariana e Letícia.

E por aí em diante. Facilita na hora de subscrever os convites e, principalmente pra não esquecer nenhuma tia, bisavô ou aquele primo chato que sempre implicava com você.
Com os amigos é um pouco mais complicado do que se parece porque exige tato e muita imparciabilidade. Você não precisa (e nem deve!) convidar toda a família de todos os seus amigos. A menos, é claro, que você tenha reservado o Maracanã e ganho na Mega Sena. Convide, no máximo, as pessoas com as quais você se relaciona bem , com as quais você tem trato, amizade ou carinho.
Amigos de infância ou de longa data, desses que viaja junto, dorme na casa e afins, é sempre bom convidar a família toda: pais, filhos, etc.
Faça um convite em nome da família e outro para seu amigo (s) e família, se tiver.
Amigos próximos, mas que você não tenha tanta intimidade assim, convide apenas a pessoa (em tempo: lembre-se sempre de acrescentar à sua lista de convidados, os namorados, noivos ou simplesmente +1 ao nome daquela pessoa. Afinal de contas, beijar na boca é sempre bem vindo e uma ocasião dessas pode inspirar o casal).
O pessoal do trabalho, do barzinho, da faculdade ou do “opa, e aí!”estão sempre o último grupo a ser listado e é basicamente composto das pessoas que você conhece, convive, mas não tem tanta intimidade assim, ou simplesmente, não acha a presença indispensável. Parece meio cruel não convidar a secretária que sempre te dá bom dia, ou o garoto que te passou a matéria de Estatística, mas NÃO É.
Casamento, por mais cheio que esteja, é sempre uma reunião pessoal. As famílias, os amigos queridos, as pessoas com quem você compartilhou ou compartilha sua vida. Sua melhor amiga do primário e com a qual você só fala pelo Orkut de vez em quando, não fará falta, por mais legal que ela tenha sido quando vocês tinham sete anos e meio de idade.
Do trabalho, faz sempre bem convidar seu chefe direto, isso significa que o presidente da multinacional não precisa receber um convite seu.Ressalva importante: estar se casando não significa que você deve ficar bêbado como um gambá, agarrar seu chefe e dizer que você o ama, aos prantos. Lembre-se da confraternização do fim de ano, que todo mundo falou da secretária que fez um strip em cima da mesa do chefe. NÃO FAÇA A MESMA COISA!
Pra não ficar feio, coloque um convite preso no mural de recados do seu andar ou da empresa, participando a todos do casamento, uma semana antes, pra não dar tempo de ficarem falando muito. Outra opção, não muito sociável é tirar férias no mês do casamento. Você é quem sabe.
Resumindo, o grupinhos do “opa” é aquele que você pode cortar sem medo de ser feliz, quando os gastos ou a lista ultrapassarem seus planos.
O problema é quando o grupo do “opa” já foi cortado e a lista continua crescendo…
Aí, vocês precisam de três coisas: calma, bom senso e uma ótima calculadora.

5 comentários:

Thay Sales disse...

A lista realmente é a "pior" parte!
Agente queria poder chamar toooodo mundo, mas num dá neh!?
Comecei a fazer a minha ha um ano e ainda não terminei!

Bjinhuss

Ju disse...

Oi, querida,

obrigada!! obrigada pelo carinho em cada comentário, viu?? Olha, definitivamente a lista de convidados é a PIOR parte do casamento... dá um aperto no coração e no bolso e infelizmente não dá para chamar todos que queremos...

A melhor solução para isso é vc e o seu noivo conversarem muito sobre o assunto, sem a intromissão de pais e parentes!

bjocas, ju

Tati... disse...

Oi Linda!!!!
Sempre achava um recadinhu seu no meu blog, mas não conseguia achar seu link pra poder te seguir tbm...Eis que hj eu consegui...(ebaaaa)rsrsrs....
To te seguindo ja, ta????

Mudando de assunto:
Esse assunto de lista de convidados é um pórre...rsrsrs...sempre achu alguém novo pra almentar um numerozinhu da minha lista!!!!rsrsrs...
Mas até 30/04/2011 eu PROMETO que dou fim nisso!!!!hehehehe...
Bjus Linda!

noivinha ansiosa disse...

lista de convidados...e muita gente, mas nao pra convidar todos , fazer o que o orçamento e curto...e pior e que tem gente que nao entende e ainda se auto convida...rsrsrs

Lívia Martins (Tinha) disse...

Oi Lu,
Concordo com vc: a lista de convidados é um saco! Eu e o noivo brigamos HORRORES por causa disso. Temos mta família, mtos amigos... ai meu Deus, viu? Pena q nõ dá pra chamar todo mundo.
Podíamos casar e pular essa parte, né?..rs
Beijos,